Giclee no dia 27 de junho de 2011

Olá! Se você tem alguma dúvida ou questionamento a respeito de giclée, que não estejam inseridos no FAQ deste site, envie para: duvidas@estudiogiclee.com.br. Será um prazer inseri-los entre a série de perguntas e respostas que se segue abaixo. Obrigada pela contribuição ao nosso trabalho!

1. Quais as restrições em termos de tamanho para os giclées?

Trabalhamos com máquinas HP e EPSON que nos permitem acoplar bobinas de papéis e canvas entre 110cm a 160cm de largura. O cumprimento ultrapassa 10m.

2. Como é feita a digitalização das obras originais?

Existe um sistema para captação de imagens específico para o trabalho de reprodução de obras de arte. Entre este sistema está a tecnologia Better Lights aliada ao Back Scann, com capacidade para digitalizar uma obra de arte original, num arquivo (que chamamos de matriz digital) de resolução superior à qualquer outro proveniente de captação fotográfica. Detalhes, tais como: textura, profundidade, luzes e sombras, além de cores e tonalidades, podem ser ricamente retratados nestas matrizes digitais, favorecendo a reprodução fidedigna dos originais.

3. Quanto tempo leva para a digitalização de uma obra?

O tempo para digitalizar uma obra é bastante relativo. Varia de 2 a 8 horas, as vezes dias. É um trabalho minucioso, que exige concentração e bastante calma, já que o principal desafio do profissional especializado é perceber os detalhes que caracterizam a obra de determinado artista. Ou seja, digitalizar uma obra é, também, uma arte que exige know how adquirido através de pesquisa e experiência constantes, no que se refere à reprodução de luzes, sombras, cores, tonalidades, profundidade, textura etc. O objetivo principal, no momento da captação de imagens, é a construção de uma matriz digital o mais perfeita possível, num perfil que garanta o mesmo padrão de qualidade a todas as obras de uma mesma série limitada de giclées.

4. Enquanto uma obra original é digitalizada, é preciso que ela permaneça no Estúdio Giclée? Por quanto tampo?

Sim, pois a captação da imagem é feita a partir de um escaneamento vertical sobre a obra original, portanto, sem ela é impossível realizar este processo. A partir da captação da imagem há o trabalho de digitalização da obra, quando ajusta-se detalhes relacionados a cores, tonalidades etc. Para tanto, é importante que o profissional responsável tenha o original em mãos, uma vez que é referência  única para este tipo de trabalho e disso depende a excelência nos resultados da digitalização. Em média é necessário que as obras permaneçam de 5 a 10 dias no Estúdio Giclée.


5. O profissional das artes pode acompanhar o processo de digitalização de uma obra original? De que forma?

Devido à necessidade de concentração extrema para o trabalho de captação e digitalização de uma obra de arte original, o Estúdio Giclée pede a compreensão de todos, pois é importante que a equipe técnica esteja absorta durante todo o processo, não sendo possível que demais pessoas o acompanhem de perto. No momento da captação, por exemplo, não é permitido o trânsito de pessoas no estúdio, pois sombras e movimento podem interferir nos resultados do trabalho. Entretanto, ao termos uma matriz digital pronta, nos comprometemos pelo feitio de uma prova em tira – na dimensão do original -, pois somente após a sua aprovação por parte do autor da obra, uma matriz será considerada perfeita para a produção de uma série de giclées.

Categorias: Sem categoria

Os comentários estão encerrados.